Relatório confirma problemas de saúde dos servidores do INSS

Com o intuito de construir um quadro sobre as causas do absenteísmo por licença médica dos servidores do INSS, a Auditoria Geral realizou um estudo em 16 cidades de todo o país nos anos de 2008 a 2010, entre elas Belém, no qual detalha os já conhecidos problemas de saúde dos quais os servidores públicos são acometidos.

Segundo o relatório, de janeiro a agosto de 2010 foram homologadas 6.478 licenças com mais de cinco dias, o que leva a um total de 211.258 dias de afastamento de servidores em todo o Brasil. Só na superintendência Centro-Oeste/Norte foram 988 licenças, totalizando 31.576 dias. Em Belém, foram 209 servidores licenciados em 2008 de um total de 804 servidores ativos.

O relatório partiu de uma análise do perfil das doenças dos servidores, das condições ambientais das unidades de trabalho, da gestão de saúde e aderência à legislação por parte dos gestores.

Na Gerência Executiva (GEX) de Belém foram coletados depoimentos de diversos servidores que explicitam os principais motivos de tais problemas de saúde: as más condições e sobrecargas de trabalho, o elevado nível de assédio moral por parte dos gestores e as agressões dos usuários foram alguns dos fatos relatados. Segundo depoimento de um dos gestores presente no relatório, a impressão do servidor é que, enquanto lhe é exigido reconhecer direitos alheios, os seus próprios não são reconhecidos.

Os problemas relacionados à saúde do trabalhador são bastante conhecidas, não só envolvendo os servidores do INSS, como também os do Ministério da Saúde, que sofrem freqüentemente do Mal de Burnout, doença causada pelo esgotamento físico e mental intenso no trabalho. O SINTPREVS tem se mantido na luta pela melhoria das condições de trabalho, combatendo o assédio moral e garantindo uma boa qualidade dos espaços de trabalho. A redução da jornada para 30 horas semanais, prometida pelo Ministro da Previdência Social para o dia 01 de março de 2012, é essencial para a melhoria da qualidade de vida dos servidores. Restam 57 dias. Só com pressão e mobilização conquistaremos nossos direitos.

Leia aqui o relatório na íntegra.

SINTPREVS/PA/FENASPS

Anúncios

Uma resposta para “Relatório confirma problemas de saúde dos servidores do INSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s