Lançado Fórum em defesa do transporte público em Belém

[Júlio Miragaia]

Primeiro foco da frente de entidades é questionar o sistema BRT de Duciomar

Cerca de 40 pessoas entre ativistas e representantes de entidades sindicais, estudantis e do movimento popular participaram na noite dessa quarta-feira da plenária de lançamento do Fórum Metropolitano em defesa do Transporte Público de Qualidade.

Os presentes atenderam ao chamado do Sindicato dos Servidores Federais (SINTSEP-PA), Sindicato dos Rodoviários de Ananindeua e Marituba (SINTRAM), DCE UNAMA e Grêmio Ulysses Guimarães que lançaram um manifesto pela construção do fórum.

De acordo com Silvia Letícia, da Associação Nacional de Sindicatos Unidos Pra Lutar, “existe hoje um debate central acerca do transporte público em nossa cidade, que é a implantação do sistema BRT. Em nenhum momento a população foi consultada sobre esse projeto, além do mesmo não contemplar toda a região metropolitana de Belém. O Fórum exige o congelamento do mesmo, bem como qualquer tentativa da prefeitura de aumentar o preço da passagem, como já estava programado para o primeiro semestre desse ano. Além do mais a própria forma como foi feita a licitação do projeto tem sido alvo de questionamentos por parte do Ministério Público e Tribunal de Contas do Município”.

Silvia disse ainda que “é preciso uma saída urgente para o problema do transporte coletivo em Belém. Por isso estaremos solicitando tanto do Ministério Público Estadual e Federal quanto da própria prefeitura audiências públicas que debatam e encaminhem um modelo de transporte que ajude de fato no deslocamento cotidiano de toda a população. No ano passado a passagem foi aumentada com a desculpa de que se renovaria a frota e até agora nada foi feito, a população segue andando em ônibus velhos e sucateados”, completou a sindicalista.

O Fórum do Transporte, formado por várias entidades dos movimentos sociais, aprovou um calendário de mobilização que começa nessa sexta-feira, 13/01, com a entrega de documentação no Ministério Público Estadual, Federal e na prefeitura exigindo o cancelamento da licitação das obras do BRT e com a realização de um ato público e distribuição de carta à população sobre a situação do transporte na cidade.

Solidariedade à população de Teresina

A plenária aprovou também a construção de uma moção de apoio às mobilizações da população em Teresina contra o aumento da passagem de ônibus e que vem também questionando um sistema de integração que vem sendo implantado na cidade.

Entidades que participaram da plenária de fundação do Fórum

UNIDOS PRA LUTAR;

SINTSEP-PA;

SINTRAM;

Coletivo de Juventude Vamos à Luta;

AUTEPA-PA (Associação dos Usuários de Transportes do Estado do Pará);

DCE-UNAMA;

GREMIO UG;

ENECOS (Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social);

DCE UFPA;

ANEL;

SINTSEP-PA;

Mandato do Deputado Estadual Edimilson Rodrigues;

Comitê Metropolitano Xingu Vivo;

MLP (Movimento de Luta Popular );

REVITA SUS

Júlio Miragaia
Assessoriade Imprensa
SINTSEP-PA/ sintseppa.org.br
facebook: Júlio Miragaia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s