Farabundo Martí, presente! Expressão de rebeldia contra a opressão

[Prestes a ressurgir]

Faz exatamente 80 anos, no dia 1 de fevereiro de 1932, que morreu o político comunista salvadorenho Farabundo Martí. Sua figura serviu de inspiração para várias organizações de esquerda na América Latina, em especial a Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional (FMLN) de El Salvador. Valoroso combatente comunista que liderou a insurreição popular de 1932 em El Salvador, terminando fuzilado pelas forças reacionárias do país, com o beneplácito do governo dos Estados Unidos.

Para saber mais sobre a vida de Farabundo Martí, leia o libro publicado pela Ocean Sur, cujo título é Farabundo Martí: la biografía clásica, de autoria de Jorge Arias. O livro traz o retrato de uma época, personagens e ações que estremeceram a sociedade salvadorenha. A emergência do movimento sindical na década de 1920 – com uma considerável participação indígena -, a fundação do Partido Comunista e a liderança de Agustín Farabundo Martí têm sido expressões de rebeldia em meio à luta de classes em El Salvador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s