Belém 400 Anos | Seminário debaterá sobre qual a cidade que queremos

[Belém nas mãos do povo]

No próximo dia 17.04, os membros do movimento “Belém Nas Mãos do Povo”, que recentemente lançaram o manifesto “Teu povo te quer de volta, Belém” , realizarão um grande seminário intitulado “Belém 400 Anos: qual a cidade que queremos”? O acontecimento pretende ser um espaço reflexivo e propositivo sobre os problemas, soluções e desafios da nossa cidade em seus 400 anos.
Como convidados, estarão na mesa dos debates o Prof. Dr. Vicente Salles, a Profa. Dra. USP – Maria Adélia de Souza e Dalci Cardoso da Silva, psicólogo e trabalhador do Ver-o-Peso. Também convidado como conferencista para a mesa “ Belém, a cidade como direito: atualidade e perspectiva de um governo do povo”, estará presente o arquiteto e prof. Doutor. Edmilson Brito Rodrigues, ex-prefeito de Belém e atualmente deputado estadual (PSOL) além de uma diversificada programação cultural. O evento terá início às 15 horas, no Hotel Sagres, com entrada livre.

PROGRAMAÇÃO:

Seminário- Belém 400 Anos: qual a cidade que queremos?
17/04, a partir das 15h, Hotel Sagres – Belém
Av. Governador José Malcher, 2917 – São Brás – Belém

I- Abertura
II – Exibição de vídeo
III- Painel: Belém 400 Anos: Qual cidade queremos?
Convidados:
– Prof. Dr. Vicente Salles
– Profa. Dra. USP – Maria Adélia de Souza
– Dalci Cardoso da Silva, psicólogo, trabalhador do Ver-o-Peso
IV- Apresentação Cultural
-Poema por Emílio Kabá, índigena Muduruku
-Dança Afro
V – Conferencia: Belém, a cidade como direito: atualidade e
perspectiva de um governo do povo.
– Arquiteto, prof. Doutor. Edmilson Brito Rodrigues, ex-prefeito de Belém, deputado estadual (PSOL),
VI – Próximos Passos
VII- Apresentação Cultural: Grupo de Carimbó.
VIII – Encerramento
Baixe o convite do Seminário em PDF : Seminário Belém 400 anos

Anúncios

Uma resposta para “Belém 400 Anos | Seminário debaterá sobre qual a cidade que queremos

  1. Parabéns aos mentores de tal seminário. Seria ele um Congresso da Cidade? Cidade, nos atuais moldes, destoa da visão ecológica genuina visto que ela (a cidade) é filha do capitalismo, ou, para ser mais exato, é onde o capitalismo se nutre. Se não houver a derrocada total do capitalismo todo seminário semelhante seria jogo de cena de políticos profissionais para manter o status quo às custas da idiotização do povo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s