Edmilson é aclamado como pré candidato do PSOL à prefeitura de Belém

[Ponto de Pauta]
O deputado Edmilson Rodrigues foi aclamado na Conferência Municipal Eleitoral do PSOL, realizada neste sábado (26.05), como o pré-candidato da legenda à prefeitura da capital paraense. Os socialistas apresentaram ainda nomes de 70 lideranças partidárias que comporão a chapa para as eleições proporcionais. O partido aposta na ex-senadora Marinor Brito como a principal puxadora de votos para garantir a eleição de uma bancada de vereadores.

A conferência aprovou um conjunto de orientações que ajudarão a nortear a elaboração do programa de governo do candidato psolista. Estão entre elas, o resgaste das experiências de participação popular com a reconstrução de fóruns populares de decisão sobre o orçamento, políticas públicas, instrumentos normativos e de planejamento participativo; a inversão de prioridades da gestão para que todo povo de Belém tenha acesso a direitos sociais e as políticas públicas com qualidade. Os socialistas prometem dialogar com todas as demandas populares justas e que auxiliem na mudança efetiva das condições de vida do povo de Belém.

Edmilson lidera pesquisas

Edmilson é o pré candidato do PSOL à prefeitura de Belém.

O encontro fez uma convocação aos movimentos sociais e ao povo de Belém para ajudar a reconduzir Edmilson Rodrigues à prefeitura. Edmilson já foi prefeito da capital por dois mandatos. Elegeu-se pela primeira vez em 1996 e foi reeleito em 2000. Em 2010 foi o deputado estadual mais votado da história do Pará .O crescimento nas pesquisas confirma a força de sua candidatura. O seu nome é apontado em pesquisas que o colocam como o pré-candidato com maior intenção de voto, em percentuais que variam de 38% até quase 50% na preferência do eleitorado, mesmo sob ataque sistemático das elites locais.

O pré-candidato Edmilson foi recepcionado na conferência com palavras de ordem que fazem referência ao seu provável retorno à prefeitura da cidade: “Égua, pai-d’égua, arreda que ele vem, Edmilson Rodrigues prefeito de Belém”, cantavam entusiasmados os participantes. Ao se pronunciar, o deputado psolista agradeceu a confiança e o apoio que tem recebido. “O reconhecimento do povo de Belém é para mim, motivo de muita honra e orgulho. Esta é a vontade do povo que decidiu retomar o timão de nossos destinos. É uma uma força que extrapola partidos”, afirmou. Edmilson anunciará a decisão do seu partido na tribuna da Assembléia Legislativa no próximo dia 30.05.

Uma campanha com feição popular

Marinor Brito

Na avaliação de seus dirigentes locais, estas eleições abrem uma janela de oportunidades para que o PSOL lidere um amplo movimento partidário e social com vistas a reconquistar Belém para as mãos de seu povo. Para Marinor Brito, presidenta da legenda no Pará, a candidatura do companheiro Edmilson representa a vontade da maioria da população. E deve ser uma causa abraçada por todos e todas que não aceitam mais ver Belém tão maltratada e mergulhada no mar de corrupção e abandono. “Faremos uma campanha com feição popular, com muito vigor, com humildade e alegria”, disse.

No tocante às alianças, avalia que o partido deu um passo certo na hora certa. “O PSOL será protagonista nesta disputa eleitoral contra as oligarquias locais que usam e abusam das máquinas do poder. Nosso desafio será fazer um governo que sirva de exemplo para o Pará e o Brasil. Um governo com a cara do povo”, afirmou.

Alianças visam segmentos sociais e partidários

A Conferência aprovou recomendações sobre a política de alianças: “ Para que o projeto do nosso partido seja vitorioso, ele tem que assumir a sua responsabilidade de pólo aglutinador de diversos segmentos sociais e partidários que se movimentem sob o nosso programa na tentativa de construir um amplo e combativo movimento popular que envolva o povo de Belém.” e ainda, “Considerando as deliberações do III Congresso Nacional do PSOL, a Conferência Municipal Eleitoral de Belém autoriza a realização de diálogos entre a direção do PSOL com outros partidos com vistas a construção de uma coligação que dê sustentação político-eleitoral, densidade social e capilaridade a nossa campanha majoritária, reunindo as seguintes legendas: PSTU, PCB, PCdoB, PV, PTdoB e PTN”. Afirma a resolução.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s