Carlos Nelson Coutinho | Sem adeus quando a morte lembra o futuro

[Refundação Comunista]

Não é preciso nomear sua obra acadêmica. Nem elogiar sua inquietude intelectual. Nem mesmo enaltecer seu engajamento político-cultural. Muito menos apontar sua afeição pela cultura nacional-popular. Não é necessário, sequer, lembrar sua brandura e cortezia. As obviedades desaconselham declarações e atestados.
Todavia, no momento em que parece haver unanimidade entre os vivos, somamo-nos ao luto geral para saudar o professor que nunca se acomodou na cátedra e o militante que sempre integrou a luta pelos interesses e anseios imediatos e históricos dos trabalhadores e do povo brasileiro.
Para nós, o pesar pela perda de Carlos Nelson Coutinho é mais uma prova de que seus ideais comunistas, jamais abjurados, continuam vivos, assombrando o capitalismo e seus ideólogos, clamando pela emancipação humana. Eis por que preferimos, não lhe dizer adeus em sussuros, mas gritar:
Obrigado, camarada; valeu!

Brasil, 21 de setembro de 2012,
O Comitê Central da Refundação Comunista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s