Diálogo participativo com a cultura hip hop | Carta de apoio a Edmilson Rodrigues

CARTA DE APOIO A EDMILSON RODRIGUES PREFEITO DE BELÉM E PROPOSTAS DOS GRUPOS E COLETIVOS DE HIP HOP DE BELÉM

A cultura hip hop em Belém existe a mais de 2 décadas, através da necessidade espontânea de se organizar em grupos sociais, com o objetivo de fazer arte, buscar o auto conhecimento como artistas ou atores socioculturais, esse movimento engloba quatro setores artísticos que são: a dança de rua (bboy, popping e loocking), a arte nas ruas (grafitt), a musica( rap) e por ultimo o elemento artístico (dj ) que consiste na magia de produzir, editar, samplear sons, remixando e criando novas versões musicais, novos hits.

O hip hop em Belém sempre teve uma responsabilidade com a busca de se formar politicamente, buscando atuar em setores diversos de lutas, por politicas publicas no Âmbito Estadual, Municipal e Federal, feito esse que demonstra a participação ativa desse movimento na vida politica de diferentes momentos de luta nesse estado e nessa cidade, em lutas como , luta por moradia, movimento estudantil, luta por direitos a população negra, lutas contra o genocídio da juventude negra, lutas por politicas públicas para a juventude negra, lutas por politicas públicas para as mulheres,lutas contra a criminalização da cultura hip hop, lutas contra a intolerância religiosa, entre tantas outras lutas e bandeiras, e essa história sempre nos trouxe a responsabilidade se posicionar politicamente, em vários pleitos eleitorais, apoiando programas de governo que atendam principalmente as bandeiras de luta do povo negro, moradores das periferias de Belém e do Pará, mulheres, comunidade LGBTTT, criança e adolescentes, idosos, afro religiosos, quilombolas, praticantes de esportes radicais(skate, in line(patins), bike etc, sem a pretensão de representar nenhum desses setores e sim apoiar suas lutas e solidarizando com suas lutas e anseios.

Um grupo de pessoas de vários coletivos de cultura hip hop se reuniu na Praça do operário no dia 17 de outubro de 2012, e lá decidimos apoiar o senhor Edmílson Rodrigues para prefeito de Belém, por ser entre as duas propostas de poder executivo municipal, a que mais se aproxima de nossas lutas e anseios como coletivos de cultura hip hop comprometidos com a mudança em nossa cidade, e nossas diversas bandeiras.

Edmílson Rodrigues quando foi prefeito, para nós do hip hop de Belém estabeleceu até hoje o melhor diálogo participativo com a cultura hip hop, através de vários projetos, valendo destacar, o cultura de rua, e os projeto cores de Belém, importantes instrumentos sócio pedagógicos de trabalho com jovens e adolescentes, além de dar visibilidade a cultura hip hop, que foi inserida em vários setores participativos de sua administração, queremos de público dizer que nenhuma gestão municipal até então proporcionou o protagonismo da cultura hip hop como a administração de Edmílson Rodrigues, e mais importante sem pedir moeda de troca, sem pressionar quem quer que seja da cultura hip hop a votar em seu partido ou mesmo nele. Reconhecemos isso de forma voluntária e entendemos que essa relação participativa de Edmílson prefeito durante 8 anos e cultura hip hop ,deve continuar e por isso nosso apoio a Edmílson Rodrigues para prefeito de Belém, por entender que a gestão participativa que foi executada durante o tempo que ele foi prefeito deve continuar, e nós do hip hop queremos contribuir e participar dessa gestão, sugerindo as seguintes propostas:

1- Que a administração de Edmílson execute um orçamento participativo com cem por cento do orçamento municipal, com participação ampla da sociedade civil com vagas garantidas para os setores culturais, inclusive o hip hop.

2-Que a administração de Edmilson se comprometa no mês de outubro a viabilizar e executar em parceria com os coletivos de hip hop de Belém, a semana Municipal de hip hop.

3-Construção de um centro de referência da cultura hip hop, para a realização de oficinas culturais diversas, palestras, seminários, eventos culturais, cursos profissionalizantes, com gestão participativa dos vários coletivos de hip hop da cidade, a tão sonhada casa do hip hop de Belém, que seria a primeira da região norte.

4-Realizar uma ampla campanha contra o genocídio da população jovem pobre e negra, com a participação do movimento hip hop.

5- Garantir vagas nos conselhos municipais de igualdade racial, juventude, cultura, mulher, educação e segurança, a participação da sociedade civil negra e do hip hop nesses conselhos, dando assim um recorte racial a esses conselhos.

6- Criar e reabrir os conselhos municipais, de acordo com a demanda das discussões da sociedade civil

7- Garantir de fato a implementação da lei 10639, de ensino da história dos afrodescendentes nas escolas municipais, utilizando a cultura negra, como instrumento , inclusive a cultura hip hop.

8- Estabelecer sistemas de cotas raciais, para acesso ao serviço público municipal, ou seja estabelecer nos concursos públicos municipais cotas de 20 por cento para a população negra e indígena, também estabelecendo um corte de gênero.

9- Criar e executar um programa municipal especifico de saúde da população negra e indígena em Belém, com recorte de gênero.

10- Discutir de forma ampla com os setores interessados da sociedade civil a indicação do secretariado municipal, dando assim um caráter mais participativo a administração municipal.

11- estabelecer um sistema de cotas tanto no secretariado, como nos cargos comissionados, que contemple as minorias( negros, deficientes, mulheres, lgbttt etc…)

12- Construção da universidade municipal

13- Construção de terminais de transporte integrados, e estabelecer um comitê misto que discuta o transporte público, composto por sociedade civil, poder público municipal, sindicato de trabalhadores nos transportes, e sindicato das empresas de transportes.

14- Criar um sistema de transporte urbano fluvial, desafogando assim o transporte urbano rodoviário, melhorando assim o trânsito em Belém.

15- Reformular e reimplantar os projetos cores de Belém e cultura de rua, projetos realizados na administração de Edmílson

16- Criar um plano municipal de moradia, que contemple a população negra e indígena, ribeirinha, com ampla discussão com esses setores, discutindo todos os processos da construção.

17- Criar momentos de formação entre a cultura hip hop e movimento negro e os setores de segurança municipal, visando diminuir o abuso de autoridade, em diligências da guarda municipal, humanizando assim os agentes de segurança do município.

18- Cumprir na prática os estatutos da criança e adolescente, do idoso, da igualdade racial e outros estatutos e leis que garantam direitos de minorias.

19- Criar uma companhia municipal de transportes urbanos tanto fluviais como também rodoviárias.

20- Eleições diretas para diretores de escolas.

21- Retorno do congresso da cidade , com ampla participação popular e participação do movimento hip hop.

22-Garantir e instituir a semana municipal do reggae, no mês de maio, dialogando com as organizações de reggae todo o processo de construção

 

 

23- Garantir a realização de editais de fomento para cultura hip hop, cultura rock, cultura reggae, in line,bike ,patins, skate cultura negra, e cultura urbana em geral, além de garantir que esses editais sejam acessíveis a nossa realidade, visto que a maioria não tem formação para atender tantas exigências dos quais estes editais pedem, tornando muito mais difícil o acesso aos recursos municipais na área cultural.

24- Criação de núcleos de atendimento amplo a mulher envolvendo palestras e encaminhamento de acordo com suas necessidades e também orientação no caso de violência doméstica dentro das unidades básicas de saúde

25- incluir o grafite no processo de revitalização das obras de prédios públicos
municipais
Estão apoiando Edmílson 50 para prefeito de Belém e assinam essa carta de apoio e sugerem essas propostas os seguintes grupos, pessoas ou coletivos abaixo assinados:

cosp tinta

casa preta

senzala urbana

Companhia do hip hop feminino

Academia Periférica de letras.(movimento de literatura marginal)

A.C. Norte crew

Coletivo Idade Medi@

DaBaixada Recordes

Clã Real

Diroxa Produções

Manifesto Negro

Ratinhas Crew

Anúncios

Uma resposta para “Diálogo participativo com a cultura hip hop | Carta de apoio a Edmilson Rodrigues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s