Plenária Municipal reafirma PSOL Forte e Vitorioso nas eleições 2012 e aponta novos desafios

Ex-senador José Nery, Edmilson Rodrigues, Araceli Lemos, Marinor Brito e Meg Barros

O plenário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) ficou completamente lotado pela militância e simpatizantes da Tendência Ação Popular Socialista (APS), Corrente Comunista do PSOL, que estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (12), para debater as resoluções da executiva nacional da legenda, intituladas: “Um PSOL Forte e Vitorioso” e preparar o partido para as próximas jornadas de luta. Em clima descontraído e com debate rico e qualificado por diversos oradores ¨que usaram da palavra, a plenária foi realizada na sede do poder legislativo paraense, centro de Belém.

As discussões e intervenções ocorreram por cerca de três horas em clima de comemoração pelas vitórias alcançadas nacionalmente e em particular pela eleição do companheiro Clécio Luis à prefeitura de Macapá (AP).

O deputado Edmilson Rodrigues foi recebido pela militância presente com grande entusiasmo e emoção. O parlamentar do PSOL foi candidato pelaFrente Belém nas Mãos do Povo (PSOL, PSTU e PCdoB) vitorioso no 1º turno quando obteve 252.049 votos (32,58%) e no 2º turno enfrentou a frente única das elites e obteve 336.059 votos, cerca de 43% do total de votantes de Belém.

Para Araceli Lemos, presidenta do PSOL em Belém foi um resultado conseguido pelos acertos da direção da campanha, pelo carisma e disposição militante do candidato, pela capacidade de ampliação de alianças e pelo engajamento militante de milhares de pessoas, de diferentes partidos, unidas em torno do sonho de restaurar um governo popular em nossa cidade.

– Quero iniciar este momento importante para o PSOL agradecendo a todos os partidos que estiveram conosco desde o início das eleições, as importantes forças e partidos que vieram nos apoiar no segundo turno e que foram importantes para o enfrentamento da candidatura das elites representada pelo candidato do PSDB. Quero, como presidenta do PSOL em Belém, deixar claro que nossa missão não acaba nesta eleição. Nossos desafios são muito maiores e vamos organizar o PSOL, melhorar nossa estrutura em todo o Pará e preparar desde já a oposição aos projetos das elites que há anos estão à frente do governo do Pará e agora, infelizmente,  abocanharam também a prefeitura da capital, disse Araceli Lemos.

Para a vereadora campeã de votos de Belém, Marinor Brito, Edmilson Rodrigues conseguiu unir a esquerda paraense em torno dele, experiência que não se pode diminuir. Ele se tornou a principal referência política deste campo em nosso Estado. Com isso, o PSOL se credencia duplamente: como importante força política de esquerda no Pará e como pólo aglutinador da oposição aos tucanos.

– Faço uma avaliação positiva da nossa atuação em Belém e vamos fazê-la se estender por todo Estado, nos municípios em que o PSOL está organizado. Por isso, quero reafirmar a necessidade continuarmos a construir um PSOL de massas que se afirme na concretude do povo, mas que tenha a generosidade de compreender que não está só na luta pela construção de um projeto popular e socialista de poder e que deve considerar a existência de lutadores em outros partidos e estes vieram somar no grande combate do segundo turno, em Belém, onde a direita se juntou em uma grande frente das elites. E o PSOL foi inteligente e soube absorver esses lutadores e juntos, construímos um grande movimento, capitaneado pelo companheiro Edmilson Rodrigues e aglutinamos toda a esquerda paraense em uma grande onda vermelha e obtivemos 43% dos votos da capital com um importante e vitorioso resultado político. Também, obtivemos uma importante vitória proporcional com a eleição de quatro vereadores, entre eles, a mais votada de Belém, com mais de 22 mil votos e nossa tarefa primeira é organizar a resistência aos projetos das elites, disse Marinor Brito.

Para a vereadora Meg Barros, uma das revelações do PSOL em Belém a plenária serviu para comemorar a eleição da primeira bancada do PSOL de Belém, tendo duas mulheres de luta para atuar em favor do povo mais humilde de Belém.

– Temos um projeto socialista viável e acima de tudo confiável, amplamente divulgado no segundo turno, e que conquistou a preferências de 43% do eleitorado de Belém. E depois dessa avaliação externa chamada eleições é o momento de olharmos para dentro. O quê estamos fazendo aqui, neste importante fórum e fazermos a nossa avaliação interna. Qual PSOL nós queremos daqui para frente? Ouso dizer que, para um partido plural como o nosso, este é um desafio tão ou tanto maior que a avaliação pública a qual nos submetemos. A lucidez com a qual vamos tratar dos nossos planos daqui para frente será, talvez, o grande diferencial nos próximos embates e quero reafirmar meu compromisso com o companheiro Edmilson e dizer que tenho muito orgulho de acompanhar o maior líder da esquerda do Pará, disse Meg Barros.

“A Soberania Popular é nosso norte e o Povo é o nosso comandante”. Edmilson Rodrigues

Para Edmilson Rodrigues, o PSOL saiu fortalecido e a performance do partido nacionalmente, mas em particular na capital paraense foi vitoriosa politicamente.

– Quero saudar o povo de Belém e em especial uma parcela importante deste mesmo povo que é a nossa militância que em todos os momentos dessa linda e extraordinária campanha não arredou o pé e construiu coletivamente a mais linda e aguerrida campanha para trazer Belém de volta para as mãos do seu povo. É verdade que não obtivemos a vitória eleitoral desejada e construída durante meses, mas somos vitoriosos politicamente e temos que respeitar a soberania popular que é nosso norte e o povo, sábio, nosso verdadeiro comandante, disse, Edmilson Rodrigues.

Durante a plenária, um momento de emoção e homenagem ao coreógrafo Messias Pinheiro falecido há poucos dias. Em sua memória foi exibido o último programa eleitoral da campanha do segundo turno, onde Pinheiro faz uma rápida participação.

Estiveram presentes também ao evento o ex-senador José Nery, diversas lideranças populares, sindicais e de juventude, além de integrantes da chapa de candidatos proporcionais da legenda.

Fonte: Marinor Brito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s