Opinião Popular – OP | Manifestantes protestam contra o esquema nebuloso que envolve a paralisação da obra do BRT em Belém

Manifestantes protestam contra o esquema nebuloso que envolve a paralisação da obra do BRT em Belém – Integrantes do Opinião Popular – OP realizaram nesta sexta (05.04), um ato para protestar contra o esquema nebuloso que envolve a paralisação da obra do BRT (Bus Rapid Transit), em Belém, desde o final do primeiro turno das eleições municipais do ano passado. Completamente paralisada, sem projeto técnico, sem transparência, sem perspectiva de retomada e com o trânsito caótico, as obras inacabadas do BRT custaram cerca de R$ 90 milhões. Ao todo, o município deve gastar R$ 314 milhões para a retomada e conclusão do projeto. O equivalente a R$ 20 milhões por quilômetro. Para chamar atenção da população, os manifestantes armaram uma rede de dormir em plena Avenida, em protesto contra a inércia da prefeitura de Belém.

 Para chamar atenção da população, os manifestantes armaram uma rede de dormir em plena Avenida, em protesto contra a inércia da prefeitura de Belém.

Para chamar atenção da população, os manifestantes armaram uma rede de dormir em plena Avenida, em protesto contra a inércia da prefeitura de Belém.

Os ativistas acusam a gestão do ex-prefeito Duciomar Costa (PTB) de transformar o trânsito de Belém num verdadeiro inferno, principalmente no perímetro destinado à construção do BRT: Avenidas Almirante Barroso e Augusto Montenegro. Segundo os organizadores do ato, a PMB sequer chegou a debater com a sociedade o projeto técnico para justificar os valores exorbitantes previstos. Há indícios evidentes de irregularidades. Uma verdadeira farra com dinheiro público para favorecer o grande esquema de corrupção patrocinado pela gestão de Duciomar e empreiteiras.

Os ativistas também acusam a atual gestão do prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) de manter o esquema a sete chaves. Afirmam que não há sinais de que o atual gestor vá tratar o assunto com transparência. O OP exige realização de uma auditoria para saber como foi gasto todo esse dinheiro numa obra inacabada e de qualidade duvidosa, inclusive pelo fato de terem sido encontradas rachaduras em uma parte da obra. “Queremos o fim dos transtornos e a garantia do direito de ir e vir da população. A sociedade precisa saber como esse dinheiro foi usado e se constatado o seu uso indevidamente, que retorne aos cofres públicos para garantir a retomada da obra com transparência”, afirmou Jucilene Carvalho, membro do Opinião Popular.

Opinião Popular é uma iniciativa de ativistas de movimentos sociais em luta pela garantia e ampliação de direitos fundamentais: educação, saúde, moradia, trabalho, identidade cultural, conhecimento, comunicação democrática, participação, organização política entre outros direitos. O objetivo do “Opinião Popular” é estimular o debate de idéias, colaborar na formação da consciência crítica e nas lutas por mudanças estruturais rumo à justiça e igualdade social.

Anúncios

Uma resposta para “Opinião Popular – OP | Manifestantes protestam contra o esquema nebuloso que envolve a paralisação da obra do BRT em Belém

  1. Parabéns pela atitude. Não podemos ficar calados diante de situações como essa, precisamos nos mobilizar, chamar a atenção das pessoas para esses abusos e mostrar que precisamos ser respeitados como cidadãos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s