ZENALDO MANIPULA INFORMAÇÕES PARA NÃO BAIXAR TARIFA DE ÔNIBUS

É evidente que por trás de toda essa enrolação se escondem muitos interesses não confessos.

É evidente que por trás de toda essa enrolação se escondem muitos interesses não confessos.

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), se julga a pessoa mais esperta entre os habitantes de sua cidade. Em meio a onda de protestos pela redução da tarifa no transporte coletivo e por direitos sociais que sacode o país de ponta a ponta, com especial destaque para as massivas mobilizações em Belém, o prefeito tucano resolveu “ignorar” a medida econômica do governo federal de desonerar a cobrança do PIS/Cofins no preço das passagens em todo o País. Zenaldo diz que não reduzirá o valor da tarifa em Belém, ao contrário do que fizeram outras capitais, como por exemplo a vizinha Macapá que reduziu de R$ 2,30 para R$ 2,10, mesmo sem ter concedido qualquer reajuste em sua gestão, desde o início do ano.
Na quarta-feira (26), em entrevista a uma emissora de TV, mais uma vez tentou confundir a opinião pública e bradou: “Qualquer benefício fiscal que venha agora [do Governo Federal], reduz imediatamente a tarifa. Se for desonerado em 5% [o diesel], a gente reduz em 5% [tarifa]. Se for 10% [diesel] a gente [Prefeito] reduz em 10% [tarifa]. Eu não posso falar antes de saber o que será desonerado”, disse Zenaldo. Os noticiários sobre a desoneração tem sido constantes nessas últimas semanas. Só o prefeito de Belém, por pura má fé e cinismo, faz questão de “desconhecê-la”.
Meios para garantir a redução das tarifas não faltam. No caso de Macapá, por exemplo, a redução tarifária de 9.5% foi possível por causa da desoneração no Imposto Sobre Serviços (ISS), de 5% para 3%; e na Taxa de Gerenciamento, de 6% para 3%, pagos pelas empresas de transporte coletivo em Macapá. O cálculo ainda foi feito com base na redução de 17% no ICMS na compra de combustível pelas empresas, concedido pelo Governo do Amapá, na terça-feira (25), e na desoneração do PIS/Cofins pelo Governo Federal. Somados todas essas desonerações de impostos o valor ficou em R$ 2,10.
Enquanto se sustenta em discurso falacioso, a brutal repressão policial – produto de sua parceria com o governador Simão Jatene (PSDB) – contra os manifestantes que tem ido às ruas de Belém, tem sido as únicas respostas de seu governo. É evidente que por trás de toda essa enrolação se escondem muitos interesses não confessos. Vigilante a todas essas tentativas de desvio de foco, como a manipulação da informação via mídia aliada, o movimento que tomou conta das ruas de Belém promete continuar as mobilizações e aumentar a pressão. Bom não duvidar, outros prefeitos por aí já experimentaram do seu próprio veneno.

2 Respostas para “ZENALDO MANIPULA INFORMAÇÕES PARA NÃO BAIXAR TARIFA DE ÔNIBUS

  1. egua fala serio é mesmo? filho de uma égua ele faz isso porque não é ele que tem que pegar todos os dias condução para ir trabalhar e no final do mes não é ele que sente a falta dessa granhinha ja que ele tem carro oficial e tudo mais

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s