SEM GOVERNO – Belém resolveu cobrar a conta pelo descaso e abandono nos seus 398 anos

ImageÉ verdade que não se pode esperar compromisso de quem nunca teve compromisso com cidadãos e cidadãs, sobretudo, os mais humildes que habitam todo o entorno do centro da capital.
Zenaldo passou os últimos 6 meses do ano passado asfaltando ruas dos bairros mais nobres, iluminação e decoração de Natal em praças do centro de Belém de dar inveja a qualquer outra localizada no Tapanã, Pratinha, Benguí, Terra Firme, Guamá… E a drenagem dos canais? limpeza de valas e galerias, coleta eficiente do lixo em pelo menos 85% da cidade, nada… nada!
Nem solidariedade de um governante pode se esperar do atual prefeito o que poderia pelo menos fazer acreditar que embora a chuva seja um fenômeno meteorológico, e que é possível ser prevista e criar-se condições para minorar seus efeitos. Zenaldo calou-se no dia de ontem, nem parecia que era prefeito. Mas, o prefeito, com o cinismo que lhe é habitual, foi ao Ver-O-Peso, cortar e dividir o bolo com os que lá estavam. Cercado por seguranças à paisana, com tem sido desde o primeiro dia de governo, Zenaldo falou à vontade para jornalistas. Falou de uma Belém que só existe na propaganda oficial que hoje irriga os canais noticiosos, principais aliados do prefeito tucano.

Fonte: Marinor Brito

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s